Você sabe qual a tensão elétrica da sua rede de energia?

rede com tensão elétrica alta e baixa

Existem três tipos de energia em nosso país e a distribuição de sua tensão elétrica difere conforme suas regiões e concessionárias fornecedoras.

Você já se perguntou: por que o vendedor de máquinas de solda sempre me pergunta qual é a tensão elétrica da minha rede?

Agora te pergunto: você sabe, realmente, qual é a tensão da sua rede de energia elétrica?

Aqui no Estado de Goiás a concessionária Equatorial fornece uma tensão elétrica de 220V monofásico e 380V trifásico.

O que ter dúvidas sobre a tensão elétrica pode acarretar? Você irá entender de forma simples sua rede de energia elétrica.

Tópicos do texto:

A Rede Elétrica e sua distribuição

O sistema de distribuição de energia elétrica do nosso país é formado por um grande sistema de redes complexas interligadas de geração, transmissão, distribuição e comercialização, administrada pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica). Esse é o órgão regulamentador e fiscalizador do setor elétrico, que leva a energia de onde é gerada (produzida) para ser distribuída até o local onde será consumida pelo usuário final (usinas, indústrias, empresas e residências) através das concessionárias, como a Equatorial em Goiás.

distribuicao-rede-eletrica
Fonte: Brasil Escola

Em nosso País a energia elétrica mais usada é a gerada nas usinas hidroelétricas,  transportada em corrente alternada, com uma variação na frequência de 60Hz, na rede de transmissão de alta voltagem (alta tensão) por cabos aéreos em torres de ferro até as subestações.

Nessas subestações são rebaixadas e enviadas do sistema distribuição para as cidades, passando pelos transformadores de tensões e através dos fios nos postes e, por fim, chega aos consumidores finais, segundo sua necessidade. 

Diferença entre as tensões (voltagem) da rede elétrica

Tensão Elétrica (V) – é conhecida popularmente como Voltagem, unidade de medida se chama Volt/Volts, representada pela letra V maiúscula. É a diferença de potencial gerada entre dois pontos positivo (+) e negativo (-), responsável pela força de deslocamento da corrente elétrica (Amperes-A).

No Brasil operamos com padrão de fornecimento de duas tensões 127V/220V e 220V/380V, divididas em monofásica, bifásica e trifásica. Essas redes de baixas tensões podem variar de 110V a 440V, dependendo da região onde está e da concessionária que fornece para atender a necessidade do consumidor final.

modelo-rede-eletrica-residencial
Fonte: Slideplayer

Veja as diferenças entre as voltagens e suas fases:

Monofásica 

rede-eletrica-monofasica
  • Ligação entre uma fase (+) e um neutro (-), usando dois fios
  • Tensão 127V/110V ou 220V 
  • Utilizadas em residências, comércios e empresas.

Bifásica  

tensao-na-rede-eletrica-bifasica
  • Ligação feita no ramal entre duas fases (+) e um neutro (-) usando três fios
  • 127V(110V)/ 220V ou 220V/ 380V
  • Utilizadas só em zonas rurais

Trifásica  

esquema-rede-eletrica-trifasica
  • ligação feita entre três fases (+) e um neutro (-) usando quatro fios
  • 220V ou 380V, ou 440V
  • Utilizada em comércios, empresas e indústrias  
  • 440V é utilizada somente em indústrias de grande porte (serviços pesados), usinas, mineradoras.

Aqui em nosso Estado de Goiás a concessionária Equatorial fornece uma energia elétrica de 380V dividida em:

  • 220V monofásico 
  • 220V/380V bifásico 
  • 380V trifásico 
  • 440V trifásico, usado em mineradoras e usinas de álcool 

Já em algumas regiões de São Paulo, como na capital:

  • Monofásico – 127V (também conhecido como 110V)
  • Trifásico – 220V

Lembrando que, quanto maior a tensão (volts) menor a corrente (amperagem), quanto menor a tensão (Voltagem) maior a corrente (Amperagem)

Em cada região do nosso país há diferentes distribuições nos sistemas de energia, para descobrir qual é a tensão da rede elétrica de uma região ou cada cidade, pode consultar o site da ANEEL ou pesquisando em sites como o Google.

Por que é importante saber a voltagem (V) elétrica?

É muito importante saber qual é a tensão (V) da localidade (residências, trabalho), visto que ao comprar ou alugar um equipamento de solda e/ou eletroeletrônicos deve-se verificar se são adequados à rede elétrica onde serão usados.

Isso é necessário porque, se a tensão for baixa em relação ao aparelho, o equipamento não ligará ou ligará bem fraco, mas se a voltagem for mais alta que o requerido pelo aparelho haverá risco de esse se danificar ou até queimar no ato da ligação.

Por isso, quando você for comprar ou alugar algum equipamento e o atendente/vendedor lhe perguntar a tensão, deve informar a tensão correta do local onde vai utilizar (ligar) o equipamento, já que eles precisam ter a certeza para lhe vender e funcionar corretamente, evitando transtornos, prejuízos e não haver outros danos. 

Em razão disso, algumas pessoas ao mudar de cidade, estado ou país, vendem seus equipamentos e eletrodomésticos, para comprar outros devido à diferença de tensão da rede da nova localidade.

banner-catalogo-alusolda

Aparelhos ligados na tensão elétrica errada

Ao ligar qualquer equipamento, máquinas de solda e corte, em tomadas devemos ter atenção com tensões diferentes à dos aparelhos, já que ligá-los na voltagem errada, pode acarretar mau funcionamento ou até perca desses.

  • Quando se liga um equipamento de 127V em uma tomada de 220V, gera um curto-circuito podendo queimar o aparelho e até levar a outros riscos maiores.
  • Já ao ligar um aparelho de 220V em uma tomada de 127V, o equipamento pode funcionar bem fraco ou, às vezes, nem ligar, devido à tensão ser abaixo do recomendado.  

Exemplo: você mora aqui em Goiás e vai fazer uma viagem para outro estado (São Paulo) onde a tensão é diferente da nossa e sua esposa vai levar o secador para arrumar o cabelo. Assim que ela ligar o secador na tomada, e não funcionará corretamente ou estará bem fraco.

Provavelmente ela pensará que está estragado, mas não está. A questão é que ele não funciona corretamente, porque a tensão dele é 220V monofásico e da rede elétrica é 127V monofásico, ou seja, mais baixa que a capacidade e necessidade do aparelho.

Assim, não passa corrente elétrica suficiente para ligá-lo, reduzindo sua capacidade de potência total e, se for ao contrário, ele será danificado e poderá queimar.

Ao mudar de estado preciso trocar todos os meus aparelhos eletrônicos?

Se seu aparelho for bivolt automático, não há o que se preocupar, pois, existe um circuito eletrônico protetor que detecta e opera na tensão da tomada. Na maioria dos casos, os aparelhos bivolt automáticos funcionam em tensões de 100 a 240 volts.

Agora, caso seu aparelho seja monofásico de 127 volts e a rede de tensão disponível está em 220 volts (como no caso de Goiás), você precisará de um transformador de tensão. Os transformadores convertem os 220 volts de tensão da tomada para os 127 volts de tensão aceitos pelo seu aparelho.

Concluindo sobre redes e tensão elétrica

Nesse artigo pude te mostrar como funciona a rede de energia elétrica, as diferenças de distribuição e sua importância, que não é simplesmente só ligar o aparelho na tomada sem informação.

Você compreendeu ser fundamental saber a tensão (V) da sua residência, do trabalho e de onde for viajar e, também, ensinar as pessoas de convívio, para saberem comprar, alugar e até mesmo usar os aparelhos e equipamentos com objetivo de evitar prejuízos e transtornos por mau funcionamento.

Ficou com alguma dúvida? Escreva nos comentários que irei te ajudar!

O que a Alusolda faz?
A Alusolda oferece Locação, manutenção de equipamentos, e comércio de produtos no segmento de solda e corte.

Faça um orçamento sem compromisso no telefone (62) 3250-0707. Nossos melhores colaboradores irão te atender.
Paulo César
Autor:
Paulo César é diretor comercial da Alusolda e possui mais de 37 anos de experiência no ramo da Solda e Corte de Metais. Acredita que alugar é melhor que comprar e gosta de ir para roça nos finais de semana.
Comentários
  • PARABENIZO A ALUSOLDA PELO EXCELENTE TRABALHO DE ESCLARECIMENTOS E INFORMAÇÕES TÉCNICAS COM EXEMPLOS ILUSTRADOS DO DIA-A-DIA,
    A FORMAÇÃO PROFISSIONAL É RESPONSÁVEL PELO DESENVOLVIMENTO, CONSUMO E AUMENTO DA PRODUÇÃO.
    MOTA

    • Olá Mota!

      Agradeço o retorno e fico feliz que os conteúdos estão te ajudando de alguma forma.
      Se tiver algum assunto que ainda não abordamos, pode deixar como sugestão.
      Volte sempre que precisar!

      Um abraço!
      Paulo César

  • Moro em Minas Gerais aqui é 110 wts se eu for pra goiás tenho que comprar outros eletrosdomesticos e eletronicos?

    • Boa tarde José!

      Se seu aparelho for bivolt automático, não há o que se preocupar, pois, existe um circuito eletrônico protetor que detecta e opera na tensão da tomada. Na maioria dos casos, os aparelhos bivolt automáticos funcionam em tensões de 100 a 240 volts.

      Agora, caso seu aparelho seja monofásico de 127 volts e a rede de tensão disponível está em 220 volts (como no caso de Goiás), você precisará de um transformador de tensão. Os transformadores convertem os 220 volts de tensão da tomada para os 127 volts de tensão aceitos pelo seu aparelho.

      Espero ter ajudado!

      Um abraço,
      Paulo César

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *