Como funciona a vida útil da Válvula Corta Fogo

Vida util da valvula corta fogo oxicorte 1
quanto tempo funciona uma válvula corta chamas ou corta fogo?

O que tem sido mais comum em se perguntar na soldagem oxicombustível e no oxicorte é sobre a durabilidade (quanto tempo dura) da válvula corta fogo.

Por se tratar de um mecanismo de contenção ao retorno de chama, quando não acontece retrocessos no sistema, a durabilidade da válvula se aumenta. Quando ocorre o contrário, se o sistema sofre retrocessos com frequência, a durabilidade da válvula diminui.

Outro ponto que influencia é a intensidade e o tipo de gás do retrocesso, pois o volume retido é diretamente proporcional ao volume de fuligem gerada no interior da válvula após o retrocesso.

Não podemos afirmar que caso uma válvula nunca seja submetida a um retrocesso sua vida útil será eterna. Isso porque as válvulas utilizam um mecanismo de retenção tipo filtro poroso.

Dessa maneira , mesmo em uma utilização normal e sem retrocessos, estes filtros vão retendo partículas e impurezas oriundas dos cilindros ou das redes canalizadas de gás.

Inspeção da vida útil da válvula corta fogo ou corta chamas

Ao fazer uma inspeção para saber mais da vida útil de uma válvula corta chama, devemos levar em consideração os seguintes pontos:

  • Inspeção de vazamentos: Toda vez em que a conexão entre a válvula e outros equipamentos for trocada.
  • Teste de retenção: Aplicar pressão ao contrário de 1,5 bar. Não deverá haver vazamento na entrada da válvula.
  • Inspeção de obstrução: Deve ser feita com dispositivo apropriado. A uma pressão de entrada p1, o “drop”(∆p) não deverá ser maior que 15% de p1, onde ∆p=p1-p2, p2 é a pressão medida na saída da válvula. Deve ser feito a cada 6 meses ou após um grande retrocesso.
  • Teste: Deve ser feito em dispositivo apropriado. Uma aplicação de retrocesso induzido na entrada da válvula, a mesma deve resistir sem passagem de chama a um teste com mistura de acetileno e oxigênio. Deve ser feito a cada 6 meses ou após um grande retrocesso.

Caso a válvula não seja aprovada em algum dos testes deverá ser substituída.

Dois pontos cruciais ainda precisam ser levados em consideração, para que se decida substituir uma válvula corta fogo:

  1. Retrocessos não são situações normais em um sistema oxicombustivel. Caso estejam ocorrendo com frequência existe um problema que deve ser combatido.
  2. Jamais opere ou participe de operações sem a proteção de válvulas corta fogo na saída dos equipamentos de controle e na entrada dos equipamentos de corte, solda ou aquecimento.

O que se pode saber sobre Segurança no Trabalho relacionado à vida útil da Válvula corta chamas?

Há Normas Regulamentadoras que dizem respeito à Segurança e saúde no trabalho na indústria. Sobre a Norma Regulamentadora é importante analisarmos este item da NR18:

18.7.6.11 No caso de equipamento de oxiacetileno, deve ser utilizado dispositivo contra retrocesso de chama nas alimentações da mangueira e do maçarico.

Norma Regulamentadora 18

Portanto é necessário que a válvula corta chamas esteja sempre dentro dos padrões de usabilidades. Assim se garante a segurança de quem estará utilizando e se segue as normas de segurança do trabalho.

Finalizando

A vida útil da válvula corta fogo deve ser observada. Neste texto foi mostrado que até mesmo o tipo de gás influencia na vida útil destas válvulas.

É importante, portanto, que faça sempre as inspeções e testes aqui mencionados, para garantir um bom desempenho e sua segurança.

Quer saber mais sobre soldagem para ajudar a sua empresa?

Clique na imagem ou no link abaixo e baixe “E-book – Oxicorte

O que a Alusolda faz?
A Alusolda oferece Locação, manutenção de equipamentos, e comércio de produtos no segmento de solda e corte.

Faça um orçamento sem compromisso no telefone (62) 3250-0707. Nossos melhores colaboradores irão te atender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *