Saiba como multiplicar o seu décimo terceiro neste final de ano

Multiplicando seu decimo terceiro 2

Decorridos dez meses já começamos a vislumbrar o nosso bônus anual ou gratificação de natal mais conhecido como “décimo terceiro salário”. Para alguns precavidos faz todo o sentido o nome e o emprego do dinheiro em si.

Porque algumas pessoas conseguem fazer tanto como o décimo terceiro e outras nem tanto e ainda ficam devendo?

Para aqueles que não se previnem dezembro é o mês de se esbaldar em compras e aos prazeres guardados durante o ano todo, sem culpa, afinal “eu mereço!”.

Já para aqueles que vivem “dependurados” e são dados à extravagância, o décimo terceiro é a folga para a corda no pescoço: “Obaaa! Vou parcelar as minhas dívidas e recuperar meu crédito para as compras de natal, depois vejo o que faço!”

Os precavidos empregam o dinheiro de forma a acrescentar. Galgar mais um degrau na escada do planejamento. Conquistar algo novo, pagar mais algumas prestações da casa própria, trocar de carro ou moto, fazer uma reforma ou uma viagem, etc. Estes não são vistos como organizados. “São os sortudos!”

“A nossa felicidade depende mais do que temos nas nossas cabeças, do que nos nossos bolsos.” – Arthur Schopenhauer

Décimo terceiro à vista!

Em qualquer situação em que você se encontra, seja você comedido, comprador compulsivo ou endividado, o décimo terceiro sempre traz expectativa boa no final do ano. Então sejamos sábios no uso dele também.

“Muitos sabem ganhar dinheiro, mas poucos sabem gastá-lo.” – Henry David Thoreau

Vejamos algumas formas de usar o décimo terceiro salário, neste fim de ano e vislumbrar um ano novo com o bolso mais organizado:

1 – Pague as dívidas primeiro

Se você está com dificuldades financeiras e dívidas vencidas o ideal é que o décimo terceiro seja utilizado para acertar as contas. Nesse caso, o lazer e as extravagâncias terão que esperar ou mesmo abolir do planejamento. Ficar com o bolso em dia e com paz de espírito é muitas vezes melhor.

2 – Renegocie as dívidas

Aproveita a oportunidade para diminuir juros e multas. Caso não consiga quitar as dívidas, renegociar é a melhor pedida.

3 – Compra de presente

Faça uma lista antecipada de quem quer presentear, o que vai comprar de presente e quanto quer e “pode” comprar, antes de sair às compras, para não ser levado pelo impulso.

4 – Uso da internet

Antecipe-se com os preços dos presentes fazendo uma busca na internet, para usar como comparativo antes de sair à procura deles.

5 – Fundo de reserva

Não tem dívidas, ou as dívidas foram quitadas, é bom que faça uma reserva para o eventual surgimento de emergência, pois janeiro é um mês de acumulo de contas como impostos, escola, etc.

“A economia é uma virtude distributiva e consiste não em poupar mas em escolher”. – Edmund Burke

Ano novo! Vida nova!

Se você nunca fez essa experiência, experimente!

Faça deste fim de ano um ponto de partida para um ano novo de mais tranquilo, mais planejado e com mais dinheiro no bolso!

“Só a experiência própria é capaz de tornar sábio o ser humano.” – Sigmund Freud

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This