Segurança na Soldagem nos processos Oxiacetilênico, Oxicorte e Metalização

Segurança na soldagem 1

Anualmente milhares de profissionais são afastados vítimas dos mais diversos acidentes de trabalho. Para minimizar o número de acidentes nos principais processos de solda e corte, todos os operadores devem conhecer os riscos envolvidos nestes processos.

Oxiacetilênico, Oxicorte e Metalização

Para uma combustão é necessário reunir os três elementos que compõe o triângulo do fogo sendo o primeiro deles o combustível. Na soldagem o gás normalmente utilizado é o acetileno. O segundo elemento é o comburente. No processo de solda e corte, o comburente mais utilizado é o oxigênio. Presente no atmosférico, este gás pode ser fornecido no estado puro em cilindros. Para iniciar uma combustão é necessário uma fonte de ignição. Na soldagem deve ser utilizado um acendedor específico para este fim.

Para extinção de uma chama, devemos eliminar o fluxo de gás combustível. Como o ar atmosférico é composto de 21% de oxigênio, a interrupção do comburente não extinguirá a chama.

Os gases utilizados no processo de solda e corte, são acondicionados em alta pressão em cilindros especialmente desenvolvidos para este fim. Em um cilindro de oxigênio por exemplo, a pressão interna aplicada em cada centímetro quadrado de sua superfície equivale a uma força exercida por um peso de 200kg. Esta pressão é 200 vezes superior a pressão atmosférica.

Alguns manômetros apresentam suas escalas em libras força por polegada quadrada (PSI). Nesta unidade a pressão de um cilindro cheio de oxigênio, seria de aproximadamente 2800 libras. O acetileno é fornecido em cilindros produzidos pela reação entre água e carboneto de cálcio, conhecida como carbureto. O acetileno é uma substância gasosa composta pro carbono e hidrogênio. Quando queimado na presença do oxigênio, produz chama de temperatura mais alta do que qualquer outro gás de uso comercial. Atualmente outros gases combustíveis estão sendo utilizados no processo de solda e corte .

Para evitar explosão algumas instruções devem ser seguidas no manuseio e armazenamento dos cilindros.

O deslocamento manual do cilindro devem ser feitos em carrinhos específicos sempre com a tampa de proteção fixada. Devem ser evitadas a queda dos cilindros e o impacto de uns contra os outros. Os cilindros nunca devem ficar próximos do local de soldagem ou corte. Os locais de soldagem devem dispor de extintor de incêndio em perfeitas condições de uso. Os cilindros vazios devem ser separados dos outros e identificados com a palavra vazio. Nunca devem ser pendurados nos cilindros ferramentas e outros objetos que possam danificar as válvulas e os reguladores de pressão.

A reação do oxigênio com óleo ou graxa pode provocar explosão. Por esta razão os cilindros e acessórios que entram em contato com o oxigênio, devem ser mantidos livres destas substâncias. Deve ser evitado o manuseio dos cilindros e acessórios com as mãos ou luvas com óleo ou graxa.

Todo cuidado deve ser observado para evitar que jatos de oxigênio atinjam roupas com estes materiais. As mangueiras de acetileno e outros gases combustíveis, são identificadas pela cor vermelha, já as mangueiras de oxigênio são identificadas pela cor verde.

As conexões para mangueiras de acetileno e gases combustíveis possuem rosca esquerda, já as de oxigênio rosca direita. Não é aconselhável que seja feitas emendas e reparos com fita adesiva, nem que seja usado conexões de cobre. Antes de iniciar a soldagem, devem ser verificadas as pressões do oxigênio e do acetileno e se as mangueiras foram devidamente purgadas.

A manutenção das perfeitas condições de uso do maçarico e sua limpeza periódica são fundamentais para a segurança do operador. Para o acendimento do maçarico com facilidade e segurança devem ser usados apenas acendedores específicos ou chama piloto. Fósforos ou isqueiros, nunca devem ser usados.

O retrocesso de chama pode ser causado por falta de purga do maçarico, bico frouxo, juntas danificadas ou sujas, trincas ou deformações do maçarico e pressão do combustível diferente da recomendada.

Na ocorrência do retrocesso de chama a válvula de oxigênio deve ser fechada imediatamente e a seguir a do combustível. Para evitar o risco de retrocesso de chama são instaladas válvulas anti-retorno nos reguladores de pressão. Para evitar o risco de explosão por retrocesso de gás, são utilizadas válvulas anti-retrocesso sendo uma para oxigênio e outra para acetileno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This