Com soldar Aço Manganês? Veja aqui.

soldagem em aço manganes
como fazer solda em aço manganes?

O Aço Manganês, que também pode ser chamado de Manganês Austenítico, possui uma estrutura metalúrgica específica. Este metal também recebe o nome de Manganês Hadfield, devido a seu desenvolvedor. Vale lembrar que há bastante áreas para soldar em Aço Manganês

Este tipo de matéria, o Aço Manganês, é uma liga dura, firme, não magnética e com grande capacidade de ser utilizado, dobrado e modificado devido à sua grande resistência. Pode-se dizer, então que ele é altamente tênsil, alta porcentagem de ductilidade e grande resistência ao desgaste. É resistente ao impacto e de dificílima usinagem.

O Manganês Hadfield é largamente utilizado como peças fundidas, mas também pode ser encontrado no formato laminado. O Aço Manganês é popular por sua resistência ao desgaste por impacto.

Alguns possíveis uso de soldagem em Aço Manganês:

Este material possui várias utilidades, o que torna sua soldagem solicitada em questões específicas. Vejamos abaixo algumas delas:

  • Agentes de mudança de desvios em ferrovias;
  • Acoplamento de casas de moinho;
  • Pinos e engrenagens
  • Pás carregadeiras utilizadas em pedreiras

Composição do Manganês Austenítico

A composição do Manganês Austenítico varia de 12% à 14% Manganês e 1% à 1,4% de Carbono. A composição deste material fundido ainda seria de 12% Manganês e 1,2% Carbono. Pode-se encontrar, algumas vezes, Níquel adicionado à composição do Aço Manganês laminado..

Para alcançar as propriedades superiores do Aço Manganês, ou seja, para que ele tenha uma ótima qualidade, necessita-se de um tratamento de aquecimento. Isto envolve aquecer o metal até 1008ºC seguido por um resfriamento com água. Tendo este tratamento em vista e a resistência do material, deve-se ter atenção à soldagem ou reaquecimento do aço manganês.

Sobre Soldar Aço Manganês

A soldagem com Aço Manganês, também chamado de Hadfield, pode ser feita com outra peça do mesmo material. Caso haja defeitos na soldagem eles podem ser reparados com fundição em solda. Também pode ser soldado à Aços Carbono e Ligas, além de ser possível fazer depósitos de revestimentos em Aço Manganês.

A preparação deste material pode ser feita através de corte por chama. Porém, todo esforço possível deve ser feito para manter o metal base o mais frio possível. Se a massa da parte a ser cortada for espessa o suficiente, é pouco provável que muito calor cause algum tipo de fragilização.

Contudo, se o pedaço da peça de aço carbono for menor e mais fino, é recomendado que seja resfriado frequentemente com água. Caso isso seja difícil, pode colocar parte da peça submersa em água durante o corte com chamas.

Para remover trincas, pode-se utilizar o mesmo processo de solda para Aço Carbono. O metal, enquanto isso, deve-se manter frio. Trincas devem ser completamente antes que o Aço Manganês seja soldado novamente. Pode, também, esmerilhar para deixar a superfície mais lisa.

Eletrodos para soldar aço manganês

Há dois tipos de eletrodos de aço manganês disponíveis. Ambos são similares, analisando o metal base, mas com adição de elementos que mantêm a resistência do depósito de solda sem extinguir.

Eletrodo EFeMn-A

O eletrodo EFeMn-A é conhecido como o eletrodo Níquel-Manganês e contém um adicional de 3-5% de Níquel ao 12-14% de Manganês. O Carbono é mais baixo que o Manganês, variando entre 0,5-0,9%. Os depósitos de solda deste eletrodo em grandes quantidades de fundição de Manganês resultará em um depósito duro. Isso acontece porque o metal soldado possui um resfriamento rápido.

Um exemplo deste eletrodo é o UTP 7200 D.

Eletrodo de alto rendimento (130%), com revestimento básico, especialmente indicado para serviços onde sejam exigidas as propriedades do aço Manganês austenítico (Hadfield).  Isto é, onde existam condições de impacto elevado, compressão, atrito e abrasão moderada, comuns na soldagem de Aço Manganês.

O depósito, com alto teor de Manganês, contém também Níquel como elemento de liga, o que lhe proporciona excelente resistência a trincas, endurecendo com o trabalho mecânico a frio. O UTP 7200 D pode se usado tanto como eletrodo de revestimento, como também para soldagens de união entre aços Manganês e aços estruturais, substituindo com grande economia os tipos mais caros de CromoNíquel-Manganês, aceitando o corte oxiacetilênico.

Empregado principalmente na construção civil, nas pedreiras e mineração em geral, no revestimento de peças desgastadas de aço Manganês, ou seja: pinos, lâminas e caçambas de dragas de alcatruz, martelos de moinhos, mandíbulas, lâminas e cones, anéis de britadores, placas de desgaste, agulhas e cruzamentos de trilhos em via férrea, caçambas de escavadeiras e carregadeiras.

É muito utilizado também para enchimento de falhas em fundição de aços Manganês-austenítico, dada a sua similaridade de cor com o material de base. A soldagem com o eletrodo UTP 7200 D só pode ser realizada nas posições: plana e horizontal. Banho de fusão facilmente controlável e fácil remoção da escória.

Eletrodo EFeMn-B

O outro eletrodo usado é o EFeMn-B, feito de aço Molibdênio-Manganês. Este eletrodo contém 0,6-1,4% de Molibdênio ao invés de Níquel. Este eletrodo é menos usado para reparar solda de Aço Manganês. Também é pouco utilizado para fazer a solda de peças de Aço Manganês com Aço Manganês ou com Aço Carbono. O Aço Níquel-Manganês é mais frequentemente usado para criar depósitos de solda e manter as características do Aço Manganês  quando é necessário fazer revestimento de solda.

Outros eletrodos

Eletrodos de Aço Inoxidável também podem ser utilizados para soldar Aço Manganês e, também, para soldar estes à Aços Carbono de baixa liga Os tipos 18-8 Cromo-Níquel são populares, porém em alguns casos quando soldando ligas de aço, o 29-9 Níquel também é utilizado. Estes eletrodos são consideravelmente mais caros que os Eletrodos de Aço Manganês e por isso não são tão populares.

Outro eletrodo é o UTP AF BM, indicado para revestimentos sujeitos à impactos e extrema compressão. O depósito é endurecido a frio durante o trabalho, combinado com uma ótima tenacidade e resistência a trincas.

O UTP AF BM pode unir e revestir aços Manganês austeníticos. Empregado principalmente na construção civil, nas pedreiras e minerações em geral, no revestimento de peças desgastadas de aço Manganês, ou seja: pinos, lâminas e caçambas de dragas de alcatruz, martelos de moinhos, mandíbulas, lâminas e cones, anéis de britadores, placas de desgaste, agulhas e cruzamentos de trilhos em via férrea, caçambas de escavadeiras e carregadeiras.

É muito utilizado também para enchimento de falhas de fundição em aços Manganês austeníticos

Concluindo sobre a soldagem em Aço Manganês

Soldar o aço Manganês, Hadfield, é um pouco diferente da soldagem em outros tipos de aços. Lembrando principalmente que há eletrodos específicos para que esta solda seja feita. Outro ponto muito importante é a necessidade de resfriamento imediato. Este resfriamento pode ser feito jogando-se água na peça soldada.

Agora que você viu como soldar o Manganês Austenítico, pode dar início aos trabalhos e prática deste tipo de soldagem.

Resta alguma dúvida sobre a soldagem do Aço Manganês? Deixe um comentário no post!

O que a Alusolda faz?
A Alusolda oferece Locação, manutenção de equipamentos, e comércio de produtos no segmento de solda e corte.

Faça um orçamento sem compromisso no telefone (62) 3250-0707. Nossos melhores colaboradores irão te atender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *