Gases de proteção e tipos de corrente do processo tig

Gases de proteção e tipos de corrente do processo tig 1

O processo de soldagem tig traz uma série de características e mecanismos para o soldador utilizar durante sua aplicação. É muito importante conhecer os tipos de corrente e os gases de proteção para aplicar corretamente o processo. Vamos observar então algumas características desse processo:

Alimentação automática tig

Na soldagem de aços carbono, aços inoxidáveis e alumínios que exigem maior produtividade utiliza-se um cabeçote especial com maior sensibilidade de regulagem para o envio automatizado do arame.

Corrente Alternada

Para soldagem do alumínio e latão e utilizada a corrente alternada, a inversão constante da polaridade nesse tipo de corrente, remove os óxidos formados pelo calor do arco elétrico deixando o metal livre de impurezas.

A corrente alternada é fornecida por equipamentos que possuem uma saída em corrente alternada e geram uma alta frequência que pode chegar a 2 ou 3 khz por segundo, essas características possibilitam uma ótima abertura do arco elétrico sem o contato do tungstênio com a peça e a estabilização do arco durante as inversões da polaridade.

Corrente Contínua

Para a soldagem dos aços carbono, inoxidável, aços ferramenta, titânio, cobre e ligas especiais, é utilizada a corrente contínua por direcionar o fluxo dos elétrons em direção ao polo positivo, esse tipo de corrente gera mais calor.

Nesse processo a conexão da peça a ser soldada no polo positivo aumenta a concentração de calor garantindo excelentes resultados de soldagem.

Aprenda mais sobre o Processo TIG/GMAW neste vídeo-curso Grátis:

Gases de proteção

O gás inerte é um gás de proteção que tem algumas funções básicas: provocar uma boa ionização quando o gás se torna condutor de corrente elétrica, proteger o tungstênio e a poça de fusão do meio ambiente evitando sua oxidação durante a soldagem, continuar protegendo o tungstênio e o final do cordão durante a fase de resfriamento.

Heliarc

No início o processo TIG era chamado de HELIARC, pelo uso do gás Hélio que também é um gás inerte.

Argônio

Gás ArgônioPor ser mais econômico e tecnicamente ideal no mundo todo e utilizado o gás argônio. Na soldagem de metais de alta dissipação térmica como cobre ou alumínio a utilização de misturas HÉLIO + ARGÔNIO possibilitam algum aumento da voltagem do arco provocando maior transferência de calor para poça de fusão. Podemos constatar que o processo TIG consiste em uma zona de intenso calor protegida do ar atmosférica controlada pelo soldador.

 Regulador de pressão

 ReguladorPara reduzir a pressão do cilindro e controlar a vazão de saída do gás de proteção, utilizam-se reguladores desenvolvidos para este fim, normalmente são compostos de um manômetro de alta pressão que índica a quantidade de gás no cilindro e outro de baixa pressão que informa a vazão de trabalho. A leitura da vazão dos reguladores é feita em litros por minuto a quantidade expelida do gás de proteção é diretamente proporcional ao diâmetro do bocal utilizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe-o!

Compartilhe esse conteúdo para seus amigos e conhecidos.