Como melhorar o desempenho da sua equipe – Parte 2

melhorar o desempenho e engajamento da equipe

Vamos continuar aqui como o que começamos na parte 1 sobre como melhorar o desempenho da sua equipe.

Vimos a importância da curiosidade para estimular a resolução de problemas, melhorar a relação dentro da equipe, o clima organizacional e consequentemente trazer mais resultados financeiros para a empresa.

Neste post vamos continuar este assunto de maneira mais realista, mostrando 5 estratégias para estimular a curiosidade e melhorar o desempenho da sua equipe.

Cinco formas de estimular a curiosidade

foto de como melhorar o desempenho da equipe

O status quo das empresas atualmente é o de reprimir a curiosidade. Um dos motivos alegados seria que o colaborador pode perder o foco e fugir dos processos que deveria seguir. Isso é uma das principais situações que dificulta melhorar o desempenho da equipe.

De certa forma os medos não são infundados, pois isso pode acontecer. Contudo depende de como a gestão da empresa vai manobrar o incentivo à curiosidade.

Portanto, para começar a incentivar a curiosidade é necessário ter convicção e organização.

Veja a seguir 5 dicas para estimular a curiosidade para melhorar o desempenho de sua equipe.

1. Contrate visando à curiosidade melhore o desempenho da equipe

Começamos pelo início: contratação. 

É mais fácil selecionarmos alguém para trabalhar na empresa que se adeque aos padrões do que tentar moldá-la depois de estar atuando.

Neste quesito, o primeiro passo para melhorar o desempenho da equipe é contratar pessoas que tenham a curiosidade como competência.

Um exemplo de empresa que tem esse tipo de processo é a Google. É sabido que em seu processo de recrutamento e seleção de pessoas por competência. Em algumas entrevistas relatam fazer a seguinte pergunta: “Você nunca se sentiu incapaz de parar de aprender alguma coisa com que nunca se deparou antes? Por quê? O que o manteve persistente?”. Ou seja, estão buscando saber sobre capacidade inquisitiva da pessoa, se ela tem ou não um desejo de buscar novidades, aprendizado e não se dar por satisfeita.

Vale lembrar que os candidatos podem demonstrar curiosidades com suas perguntas também. Portanto, esteja atento ao discurso de quem você entrevista.

2. Molde a curiosidade.

Líderes curiosos instigam em suas equipes o comportamento de indagar, questionar e buscar saber mais.

A maneira de como se comunica é o principal meio de as pessoas saberem que é um gestor de alta performance. Existe uma maneira e estilo de interagir com os colaboradores que demonstra isso: perguntar e realmente escutar e compreender o que o colaborador diz.

Isso vai contra a cultura brasileira vigente: a de falar, dar ordens, perguntar e deixar na cara que não está escutando. Isso acontece porque muitas vezes temos medo do julgamento e de parecer que não sabemos do que falamos. É por isso também que as pessoas dão muita “opinião” sem saber o que de fato se passa com o colega de trabalho.

Uma pesquisa realizada recentemente mostra que esses medos e crenças são descabidos. Foi demonstrado que as pessoas tendem a gostar mais de alguém quando esta demonstra curiosidade e interesse. Dessa forma, quando fazemos perguntas, estamos nos aproximando mais das pessoas e cativando elas ainda mais.

Outra maneira de modelar grandes líderes, que são curiosos, é saber ser humilde e admitir que não tem todas as respostas. “Quando os líderes admitem não saber a resposta de uma pergunta, demonstram que valorizam o processo de buscar respostas e motivam os outros a explorar” (HBR).

São várias as maneiras de um líder moldar a curiosidade, para que tenha melhor desempenho junto da sua equipe.

3. Enfatize as metas de aprendizado.

É sempre bom ter metas. Melhor ainda é conseguir atingi-las em cheio! Agora… será que toda meta tem que ser um “ponto final”, a finalidade de alguma coisa?

Bem, existe outra finalidade para uma meta: o aprendizado. Ou seja, ter como meta criar bases para aumentar seu desempenho, por exemplo.

É como focar apenas nos resultados, ainda mais quando se tem metas difíceis de alcançar. Contudo, focar no aprendizado e criação de uma base de conhecimento e capacitação pode trazer mais benefícios.

Este tipo de atitude estimula e desenvolve a motivação pessoal e da equipe. Pois metas de aprendizado são eficientes para aprimorar o raciocínio voltado à solução de problemas. Pensando assim… quanto mais problemas somos capazes de resolver, mais motivados nos tornamos.

Líderes e gestores deveriam reforçar o comportamento de busca por aprendizado, por parte de equipes e colaboradores. Assim estes poderão auxiliar na obtenção de respostas e solução de problemas no futuro.

4. Permita que os funcionários explorem e ampliem seus interesses.

Um colaborador pode ser o diferencial em uma equipe. Mas também uma equipe pode ser o diferencial em uma empresa. Porém… seria possível ter esse diferencial se estes colaboradores vivem a mesma coisa todos os dias?

São necessárias novas perspectivas ou incentivos para você e sua equipe ficarem motivados. Por isso é comum que qualquer colaborador ou gestor fique desmotivado quando repete as mesmas atividades.

Cada pessoa é única e tem sua maneira singular de ser, pensar e agir. Por isso torna-se importante a exploração do potencial de cada um dentro e fora do ambiente de trabalho. Uma empresa com pessoas bem desenvolvidas e criativas tem muita capacidade para alcançar os melhores resultados.

5. Pergunte e questione, para melhorar desempenho equipe

Pode parecer óbvio, mas para cultivar a curiosidade e melhorar a  performance de sua equipe você precisa fazer uma pergunta preciosa: “por quê?”.

Essa é uma pergunta muito comum em crianças e, como sabemos, estas são bastante curiosas e criativas. O problema é que ao longo de nossas vidas, ou da maioria, fomos ensinados a parar de questionar tanto e a executar mais. Pare para pensar como os pais podem ficar loucos com uma criança de 5 anos.

Perguntar o “por quê” tal coisa acontece ativa nosso cérebro na investigação e imaginação. Em parte ativamos o raciocínio lógico, porém quando nos falta informação, preenchemos com a parte criativa, pois temos que tentar preencher as lacunas.

Além disso, perguntar “como seria se…” também ajuda no uso criativo de nosso cérebro. Quando estes questionamentos viram um hábito, sem sombra de dúvidas, nos tornamos pessoas mais curiosas.

Portanto, quando fizer reuniões com sua equipe, separe 5 minutos para levantarem ideias e opções sobre uma situação. Anotem tudo e deixem descansar ali, por um tempo. No decorrer da reunião, quando for necessário rever se há outra opção, voltem ao papel e vejam o que pode ser considerado.

Finalizando sobre melhorar o desempenho da equipe com a curiosidade

Você pode ver neste artigo, continuando a primeira parte, estratégias para melhorar o desempenho da sua equipe utilizando a curiosidade. Lembre-se de sempre manter a qualidade do trabalho alinhada com a possibilidade de trazer novas ideias à mesa.

Com certeza, se você aplicar essas estratégias com a sua equipe, haverá uma melhora no desempenho de toda a empresa, o que pode acarretar, inclusive, em maior faturamento.

Espero que este post tenha sido útil. O texto foi baseado em uma publicação da Harvard Business Review.

Gostou do texto? Deixe um comentário que iremos responder!

O que a Alusolda faz?
A Alusolda oferece Locação, manutenção de equipamentos, e comércio de produtos no segmento de solda e corte.

Faça um orçamento sem compromisso no telefone (62) 3250-0707. Nossos melhores colaboradores irão te atender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *